POESIA DIVERTE - PARTICIPE E GANHE

livros cedidos por Cris Dakinis
POESIA DIVERTE - 

Brincando com os nomes dos poetas que estavam em uma das reuniões do CPL, surgiu este poema.

Faça o seu poema, usando as letras coloridas, não pode mudar a ordem das letras e nem colocar outra palavra ou letra entre elas.

veja que legal e PARTICIPE !!

os 02 melhores poemas levarão estes livros 

veja de exemplo estes dois poemas 
E CONFIRA O RESULTADO : OS NOMES APARECEM NO ÚLTIMO COMENTÁRIO. QUEM ESCOLHEU OS POEMAS FOI CRIS DAKINIS (que cedeu os livros para o POESIA DIVERTE)
.
nomes do pessoal - 
Edite Rocha Capelo - Thereza Ramalho Figueiredo - Olímpio Coelho Araújo - José Vieira Almeida - Ludimar Gomes Molina - Vieira Vivo - Deise Domingues Giannini - Cláudia Brino


Era Remorso Contido
Trancado, Remoendo Feridas.
O Canto Amargurado
Junta Verdades Adversas
Lamúrias, Gemidos, Mazelas,
Vibram Vaidosas.
Dormentes Dias Gelados
Corroem Beleza.

Ludimar Gomes Molina

*****
Estive Realmente Concentrando
Todos Reforços,
Forças Ocultas,
Cabala, Alquimia...

Já Viajei Aos Limites,
Galguei Múltiplas Visões.

Vivo Densas Doutrinas
Geradas Com
Bibliofilia.

Vieira Vivo 

11 comentários:

  1. este coração calado
    tem razão febril
    onde com aridez
    junta velhas alegorias.

    lança.. gera memórias
    vivas... vivências
    duras, densas...
    gerando cicatrizes bordadas.

    Ângela Sampaio dos Santos ---

    ResponderExcluir
  2. Muita criatividade, nossa! Adorei :)

    ResponderExcluir
  3. E Reconheceram-se Calados,
    Trocando Risos Formidáveis.
    Outrora, Conversando Apaixonados,
    Jorravam Vida, Amáveis.

    Logo, Gestos Manifestaram
    Vontade Viril:
    De Degustar, Gulosamente,
    Caloroso Beijo.

    Thais Lemes Pereira

    ResponderExcluir
  4. Exquis rêve de Carnaval
    Tendresse pour la reine, fantasmes
    Originales couleurs, admiration
    Joyeux vertiges ardents
    Un luxe génial, une merveille
    Vertige, vitalité
    Délices et douceurs
    Chef-d'œuvre et bonheur.

    Marie-Claire Fichet - (FRANÇA) -

    ResponderExcluir
  5. Entre rifles, calado,
    traduzo runas futuras.
    (Os corvos anunciaram
    jogos virtuais americanos.)

    Lembra gostos mortos
    - vermute, vacina -
    depenicar debilmente
    grossos cabelos brancos.

    André Foltran

    ResponderExcluir
  6. Em 2º:

    E Reconheceram-se Calados,
    Trocando Risos Formidáveis.
    Outrora, Conversando Apaixonados,
    Jorravam Vida, Amáveis.

    Logo, Gestos Manifestaram
    Vontade Viril:
    De Degustar, Gulosamente,
    Caloroso Beijo.

    Thais Lemes Pereira

    ResponderExcluir
  7. clara sznifer10/11/2013 13:49

    emendo retalhos coloridos
    tristes,roídos,forjados
    outrora costumes arranjados
    joviais,vestiam altezas
    lindas, gentis,melancólicas
    versáteis, vaidosas.
    Doravante, donas graciosas
    com bordados.
    Clara Sznifer

    ResponderExcluir
  8. Escrevendo Respostas Certas,
    Trabalhadas, Reforçadas, Felizes,
    Objetivando Curtir Angelicamente:
    Jograis, Vivências Amorosas,
    Leituras Gramaticais, Matematicamente.
    Vendo Vertentes
    Douradas, Duradouras , Glamorosas,
    Correndo Brilhantemente.

    Ruth Hellman - (poema postado no face do CPL)

    ResponderExcluir
  9. Em Remotos Costões
    Traças Roteiros Fantásticos
    Onde Celestiais Alegorias
    Juntam Viajores Admirados
    Louvando Graças, Maravilhas:
    Voo Vaticinador,
    Delicada Dança de Golfinhos;
    Círculos Brilhantes.
    Cida Micossi

    ResponderExcluir
  10. Pessoal, encerrei no dia 10/11 a seleção, mas acima saiu somente a postagem do segundo lugar.
    Adorei todos os poemas, de verdade, e agradeço os que postaram posteriormente - tudo lindo!

    ENTÃO:

    Em 2ºLUGAR:

    E Reconheceram-se Calados,
    Trocando Risos Formidáveis.
    Outrora, Conversando Apaixonados,
    Jorravam Vida, Amáveis.

    Logo, Gestos Manifestaram
    Vontade Viril:
    De Degustar, Gulosamente,
    Caloroso Beijo.

    Thais Lemes Pereira

    Em 1º LUGAR:

    este coração calado
    tem razão febril
    onde com aridez
    junta velhas alegorias.

    lança.. gera memórias
    vivas... vivências
    duras, densas...
    gerando cicatrizes bordadas.

    Ângela Sampaio dos Santos ---

    *** PARABÉNS! ***

    ResponderExcluir