RIMAS CONTINUADAS

RIMAS CONTINUADAS - rimas que se repetem em todo os versos de uma estrofe ou no poema inteiro.

Veja os poemas abaixo que os cepelistas criaram no encontro do CPL

Deixe o seu também no comentário.... e concorra a um exemplar da revista Cabeça Ativa

veja o exemplo:

QUE FAZER

Dentro de mim um inferno
e por isso me consterno,
pois é só um problema interno
que parece ser externo.


Deise Domingues Giannini

5 comentários:

  1. Ruth Hellmann29/06/2014 16:13

    Natureza

    Olhando a natureza
    vejo infinita beleza,
    que mostra a riqueza,
    com toda a franqueza.

    Vejo com certeza,
    que a mãe natureza,
    retribui a grandeza
    de quem lhe tem pureza.

    Ruth Hellmann

    ResponderExcluir
  2. CIRCO SEM PÃO

    Como é fácil governar
    quando o povo está a clamar
    para o Brasil melhorar
    com mais um gol de Neymar.

    (Edweine Loureiro – Japão)

    ResponderExcluir
  3. Timóteo Pernas30/06/2014 09:42

    Corações Contidos

    Palavras que saem do coração
    Em sentimentos contidos
    Porque a mente já não tem razão
    Mas discernem pensamentos reflectidos

    Palavras que saem do coração
    Explodem em silêncios contidos
    e nos trazem à razão
    Reflexos desmedidos

    Palavras que saem do coração
    Em diferenças tão parecidas
    Antíteses de verão
    Quando o inverno parte em corridas

    Palavras que saem do coração
    Fresco, nu e palpitante
    Evaporam a explosão
    De algo aliciante

    Palavras que saem do coração
    E nos lembram
    De uma para outra mão
    Que relembram

    Palavras que saem do coração
    E nos afiam a alma
    Espadachim, união
    E nos pedem calma

    Palavras que saem do coração
    Em desafios contidos
    Palavra explosão
    Em versos tão lindos.

    ResponderExcluir
  4. PEDRA DO SOL

    Pedra ígnea e faiscante...
    lapidada, dourada, brilhante,
    sussurra ao sol fulgurante:
    ... Amante !

    (Cris Dakinis)

    ResponderExcluir
  5. Rima Continuada

    “Não perder o alvo é excelente;
    apenas querer não é o bastante;
    perder alguma coisa, é irrelevante...
    Viver!... Isso é muito importante.”

    (Kedma O’liver)

    ResponderExcluir